29 de jun de 2014

2x07 - A carta



The way I love you

 2ª temporada

Episódio 7– A carta

Anteriormente, em The way I love you…



“- Tudo bem então. Não demore. Te ligo em algumas horas. Te amo.”



 “Virou-se e saiu do quarto, descendo as escadas. A porta estava aberta. Ela estranhou algo colorido na sala sempre cinza: flores.”



- ONDE ELA ESTÁ? – ele pegou as chaves do carro e foi até a varanda, batendo a porta. – Vamos, você vai me levar até ela. – Ele disse quando Selena foi atrás dele.”



Continua…



Taylor havia saído de casa sem Selena. Ela insistiu que não sabia onde Swift estava, mas disse que ela havia ido embora de vez.



- Não vai adiantar ir atrás dela. O que você pode fazer? É a vida dela. Ela decide.



- Eu não quero saber o que ela decide e se ela decide. Eu ainda vou atrás dela. E se eu descobrir que você sabia onde ela está, é melhor ir embora também.



Selena entrou em casa, ignorando o comentário de Taylor. E então se lembrou das flores. Caminhou até a mesinha do telefone, e tocou o vaso. Embaixo dele, havia uma folha de papel. Puxou-o com cuidado e começou a ler.



***



O celular de Demi começou a vibrar sobre o banco. Há duas horas ela estava assentada em um banco gelado na praia mais distante de casa que pôde imaginar. A tela do aparelho dizia “Joe”, e revelava uma foto em que ele olhava para baixo, a gravata borboleta torta sobre a camisa branca. Ela atendeu.



- Oi amor.



- Oi. – ele disse lentamente. – Está tudo bem? Eu já cheguei em casa. Você não está aqui. – ela riu.



- É, eu não estou aí. – Ela fez uma pausa. – Joe, você pode vir me buscar?



- É claro, meu amor. Onde você está?



- Em Nicholas Canyon.



- O que foi fazer aí?



- Só... Pode me buscar?



- É claro. Já estou indo. Eu amo você. – E desligou.



Demi continuou olhando para o oceano, e pensando no que faria a seguir. Pensando no que sua vida se transformaria a partir de agora. E principalmente, pensando se Selena havia lido a carta.



***



“Uma vez ouvi em algum lugar – não me lembro exatamente onde – que um dia a mais com a pessoa errada é um dia a menos com a pessoa certa. Acho que foi uma amiga, Alicia, que me disse. Pensei nisso por algumas semanas, e no fim das contas acabei relacionando a frase com você. Você, e eu.



E eu queria fazer uma promessa. Uma promessa de não passar dia nenhum com a pessoa errada. Eu tenho absoluta certeza que você é a pessoa certa. Você vai ser minha melhor amiga para sempre, Demi. E eu pensei em fazer um juramento. De nunca me deixar. Não pela pessoa errada. Eu também vou fazer. Dos sérios.



Pensa nisso. Te amo, te amo, te amo!



Selena.”



Selena fechou o papel e caminhou até o sofá, com ele nas mãos. Assentou-se. Ela colocou-o sobre a mesa de canto ao lado. Era isso. Ela não poderia se sentir pior. Quebrou a promessa que ela mesma havia criado. Criou uma promessa que não podia cumprir. Decepcionou uma das pessoas que mais importavam em sua vida. Ela tinha que acabar com isso.



 

Nenhum comentário:

Postar um comentário